terça-feira, 5 de março de 2024

O sucesso da cidade de Niterói - RJ no combate à Dengue

 

Desde 2015, Niterói tem sido um exemplo brilhante de como o poder da ciência aliado à cooperação pode transformar a saúde pública. Em parceria com a Fiocruz, o Ministério da Saúde e a World Mosquito Program (WMP), a cidade abraçou uma estratégia revolucionária no combate à dengue: a introdução das bactérias do gênero Wolbachia nos vetores.

Essa abordagem inovadora mostrou-se extremamente eficaz na redução da transmissão da dengue, proporcionando uma virada significativa no controle da epidemia que assola o Brasil. A presença de Wolbachia nos mosquitos Aedes aegypti interfere na capacidade do vírus da dengue de se reproduzir, reduzindo drasticamente sua incidência.

Alguns fatores são responsáveis pelo sucesso desta estratégia, e que quando combinados, estes mecanismos reduzem a competência vetorial do mosquito, ou seja, sua capacidade de transmitir o vírus da dengue para os seres humanos, contribuindo significativamente para o controle da doença.

1) Competição por recursos: A presença de Wolbachia dentro do mosquito pode competir por recursos essenciais, como nutrientes, com o vírus da dengue. Isso reduz a capacidade do vírus de se replicar dentro do mosquito.

2) Ativação do sistema imunológico do mosquito: A presença de Wolbachia pode estimular o sistema imunológico do mosquito, tornando-o mais capaz de combater infecções virais, incluindo o vírus da dengue.

3) Bloqueio da transmissão viral: Wolbachia pode interferir na habilidade do vírus da dengue de infectar as glândulas salivares do mosquito, essenciais para a transmissão do vírus para os seres humanos quando o mosquito pica.

Enquanto a cidade do Rio de Janeiro enfrenta uma epidemia de dengue com mais de 42.000 casos confirmados e uma taxa de incidência de 700 por 100.000 habitantes, Niterói emerge como um exemplo notável de sucesso no combate à doença. Com apenas 403 casos suspeitos este ano e uma taxa de incidência de 69 por 100.000 pessoas.

A cidade ilustra vividamente como medidas proativas e inovadoras, como a introdução da bactéria Wolbachia nos vetores, podem desempenhar um papel crucial na redução da transmissão da dengue e na proteção da saúde pública. Este contraste não apenas destaca a eficácia das estratégias adotadas em Niterói, mas também ressalta a importância de replicar esses esforços em outras regiões afetadas pela doença, oferecendo esperança e inspiração na luta contra a dengue.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cuidados na gestação

O pré-natal é fundamental para garantir o desenvolvimento saudável do bebê, entre os exames realizados o " teste do cotonete " é r...